sábado, 9 de abril de 2011

Congela(dor)


Se eu demorar

meus poemas

estão no congela(dor)

retire-os e coloque-os no forno

(em temperatura branda por sete minutos)

PS: Pode ir comendo-os, trarei canções para sobremesa.



(by, franck)

(Imagem: olhares.com)

29 comentários:

  1. Com todo certeza, será um dia de deliciosa gastronomia.
    Bjão

    ResponderExcluir
  2. ai que gostosura!!!
    estou louca pela sobremesa. rsrs
    mas é bem melhor se deliciar com os poemas bem quentinhos. A dor, não deve ser congelada, mas encarada para que possa então sentir-se afagada e transformada em algo mais doce...
    bjos amor

    ResponderExcluir
  3. Oi Franck
    Não quero congelar a dor ,
    estou afogando-a em lágrimas.
    Quero me encharcar com seus poemas
    deixá-los esquentando o coração
    saboreando devagar ... rs

    Gosto de tudo que escreve, Obrigada
    deixo meus abraços

    ResponderExcluir
  4. Uma refeição completa para um espírito que gosta de poesia.
    Muito bonito!
    Bom sábado!!

    ResponderExcluir
  5. Muito legal isso! abraços,chica

    ResponderExcluir
  6. Nossa.... que delicia!
    Que sutileza de palavras e carinho.
    Lindo..

    Otimo fim de semana.

    beijo

    ResponderExcluir
  7. aaaaaaah , eu quero a sobremesa ._.
    asuiiosoa , saudades daqui :D
    Beijos rapaz , ótimo final de semana pra ti !

    ResponderExcluir
  8. Franck,



    Muito criativo, coisa de um excelente escritor!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  9. Sei cm é...rs
    As vzs faço o msmo.
    =)
    Adorei a imagem!

    ResponderExcluir
  10. Já estou saboreando em temperatura ambiente.

    Abço.

    ResponderExcluir
  11. Queridão, meu!

    Hummmmmmmm! Poemas em perfeita temperatura, eu adoro!

    Bjocas e bom domingo

    ResponderExcluir
  12. Que sejam canções rimadas...

    Abraço Franck

    ResponderExcluir
  13. Franck, queridoooooooooo!

    Podem ser as canções de Chico Buarque hoje?

    Hoje passei a tarde arrumando meu quarto, divagando, pensando na minha vida, e em tudo que abrenge ela, ouvindo Chico.

    A alma vai ficando em paz!

    Descongela (DOR)

    Um beijo!!!!!!

    ResponderExcluir
  14. Pelo visto, cantaremos juntos!

    Adorei o texto!

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  15. Posso aquecer em temperatura alta ? é que gostod e comida bem quente =p

    ResponderExcluir
  16. O que a gente mais quer é saborear da tua literatura.

    ResponderExcluir
  17. heheh! Hoje meu amigo, posso te dizer que aqui, na terra da garoa, a tarde esta quase congelante!!!! Saudades de teu cantinho!
    bjossssssss

    ResponderExcluir
  18. Adoro canções no almoço, jantar, lanche, agora de sobremesa será o ohhhhhhhhhhh

    ResponderExcluir
  19. Será que meu poeta está em crise ou ocupado com a sobremesa? De qualquer forma está inspirador!
    Boa semana
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  20. Q lindooooooooooooooooooooo
    é o q preciso tirar do congela(dor) e espero as canções ;]
    Bjus Franck, boa semana pra vc!

    ResponderExcluir
  21. Maravilhoso este, Franck. Quem sabe descobriu uma maneira mais leve e deliciosa de congelar a dor, as dores.

    ResponderExcluir
  22. É desse deleite que as pessoas precisam.

    ResponderExcluir
  23. Também to com saudade dos nossos papos no msn Franck.
    Vamos ver se a gente se encontra pra botar as novidades em dia.

    Um beijoooooooooo!

    ResponderExcluir
  24. Eu comeria a poesia. as melodias são como o bom vinho para acompanhar.

    ResponderExcluir
  25. Gostei da sacada sobre os pombos...
    Fiquei até na dúvida se não comeria a sobremesa antes, por gula..

    abraç

    ResponderExcluir
  26. espero as canções com muita alegria... adoro sobremesas e com esse sabor de melodia me deixa mais afim de engordar de pura arte.


    a sua carta nunca chegou, sabia?
    acho que o correio está de mal comigo...pena!

    ResponderExcluir
  27. Welcome to everything is very nice;)Greetings and kisses are sent; **

    ResponderExcluir
  28. O número simbólico da perfeição...

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...