sábado, 12 de março de 2011

Se brilha mais no escuro?


Recebi seu toque. O que pode haver de maior ou menor que um toque? Aí tenho vontade de voltar à Sampa, rever você, rever pessoas e lugares e ir aos cinemas e teatros e shows... Porque essa cidade, como disse Caetano 'é como o mundo todo'... E você me pergunta pelo meu coração. Estou transpirando amor. Estou transpirando tesão e acabo deixando tudo isso numa toalha de banho qualquer. Minha terapeuta, a Cecília, diz que idealizo alguém, que uma pessoa como quero não existe, será? Não quero muito, não peço muito. Quero uma paixão com sabor de verdade, que toque fundo, alguém para ser conduzido com cuidado, jeito e carinho para uma viagem pelo mundo, praias, ruas, auto-estradas, matas, escadas, salas, cozinha, quartos, lençóis, fronhas, travesseiros, tapetes, banheiros, piscina, sonhos... Como sou libriano tento não me deixar vencer, galopo em sonhos, galopo na minha própria emoção cotidiana...
A solidão pode ser eterna, mas não precisa ser constante... Mesmo com essa geografia louca nos separando, temos um ao outro e pode ser que... não tenho nenhuma perspectiva para... amanhã quem sabe?... Numa praia. Num shooping. Sempre existe a tal esperança. Queria tanto te encontrar e falar de coisas vãs. As amizades estão defasadas, degastadas, como se fossem um instrumento musical que rompeu algumas cordas. Quem sabe a chuva não passe, quem sabe não passa um avião jogando flores tipo anos setenta? Aí voltarei a natação, ao pilates, a ioga, narcisismo ascendente, IN CORPORE SANTO, enfim, como o Papa gostaria, ou gostará? Viva esta Terra, onde plantando tudo dá, até hipocrisia. O oitavo pecado é o aconchego? Quero aconchego de corpos, porque minha casa está tão aconchegante, é sábado, chove, e, conheci um moço numa tarde cinza e triste, nos deixamos da mesma maneira que nos encontramos, apenas que foi numa tarde de sol e barulhenta... Esperarei... Esperaremos... Minha sensibilidade à flor da pele... 'Chorando ao telefone'... Comendo chocolate para curar as amarguras... Sentindo saudades dos nossos papos no escuro do quarto... Se brilha mais no escuro?


(by, franck)
(imagem: olhares.com)

31 comentários:

  1. Muito tocante, de uma humanidade tamanha de modo que me identifiquei bastante.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito Franck, adoro e "invejo" a tua forma cultural!
    Ela é sensivel, profunda e nos faz viajar, muito além das nossas capacidades de sonhar.
    Definitivamente ao teu lado, serei um eterno aprendiz!
    NAMASTÊ!

    ResponderExcluir
  3. Dispensa maiores comentários, como disse 'Juci': Muito humano!

    ResponderExcluir
  4. "Eu procuro um amor
    Que seja bom prá mim
    Vou procurar
    Eu vou até o fim..." (Segredos - Frejat).

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. O pensamento e os sonhos... quem sabe, brilha mais no escuro!?

    bj, Franck!
    =)

    ResponderExcluir
  6. Ah mais que bom, muito bom essas frase de efeito "A solidão pode ser eterna, mas não precisa ser constante... " maravilhoso.
    Nossa quero esse teu livro, parece ser bom...

    Realmente suas palavras são maravilhosas.

    ResponderExcluir
  7. Oi,Franck!Linda imagem, belo texto, ah o amor e seus "acidentes geográficos" também sofro deste mal...
    Um ótimo fim de semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  8. Oiiie, Franck! Lindo o texto, eu não sei se brilhamos mais no escuro, mas podemos levar uma luz até lá.


    Blogbeijooos!!!

    ResponderExcluir
  9. oi, frank. que bonito texto... gostei de saber do livro.. desculpe só vir agora, mas eh q to adoentada... bjs a vc.

    ResponderExcluir
  10. Parece que vivo isso... Em Sampa é onde brilha todo o sol do meu mundo... E tenho saudades dos nossos papos no escuro vendo partirem os aviões ora de Cumbica, ora de Guarulhos, a espera da minha vez e ainda dói, ainda dói... Dói!
    Somos estrelas...

    ResponderExcluir
  11. A solidão pode ser eterna, mas não precisa ser constante...
    Pensamentos iguais.
    Um bom final de semana, querido amigo!

    ResponderExcluir
  12. Franck,


    Saudade de te ler ... :)
    As vezes , algumas , brilha-se mais no escuro mesmo .
    ;)


    BjO Grande.

    ResponderExcluir
  13. Nossa , eu viajei nessas palavras .
    Escreveu muito bem rapaz.
    ADOREI!
    Beijos doces;*

    ResponderExcluir
  14. De seus textos esse foi o que mais me identifiquei! É difícil querer coisas simples que hoje são tão complicadas né!? E é verdade que "a solidão pode ser eterna, mas não precisa ser constante." (meu Deus como eu amei essa frase!) O fato é que queremos amor, cuidado, e não o que já caiu na vulgaridade! Mas que esperemos... Um dia há de vir!

    Uma ótima semana pra vc, bej'

    ResponderExcluir
  15. Oi, Franck, tudo bem?
    Penso que sim: se brilha mais no escuro.
    Lindo texto!
    Aqui está o meu e-mail pra que você possa enviar informações sobre o seu livro: felipe_faverani@hotmail.com
    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. Querido amigo Franck, passando para lhe desejar uma semana iluminada!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  17. Uma linguagem diferenciada, Franck, uma crônica que flui e encanta.

    ¬
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  18. Sim Franck, a solidão pode ser eterna, mas não precisa ser cosntante.
    As vezes um abraço, um colo, ume relação bonita que possa florescer, sei lá.
    Solidão é IN, não OFF.
    É dentro da alma perdida da gente.
    Mas um dia, as coisas vem.
    A gente só não pode perder a esperança. Essa brilha no escuro.

    Um beijooooooo meu amigo poeta!
    Dos bons!

    ResponderExcluir
  19. Se brilha mais no escuro? Acredito que sim Franck...seu tracejado continua o mesmo, intenso e vivo. Tem a minha nova janela no blog...saudades.
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Que bom que gostou das fotos...pena que nem todas sejam da minha janela. As primeiras são de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, onde passei o carnaval.O lugar é mágico. As folhas, mesa e bordado são da casa de minha mãe, que amo, você sabe disso. O por do sol das duas últimas fotos, é da minha janela...mas é uma felicidade. Espero mesmo que você venha até aqui...tenho taças lindas para bebermos vinho e estou pertinhos de ótimos bares e lounges.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Pode ser que no escuro brilhe mais...
    Mas lembre-se: Nem tudo que reluz é ouro! rs...

    Como boa libriana, também não me deixo vencer, galopo em sonhos, galopo na minha própria emoção cotidiana...
    Adorei isso! rs...

    Bom dia Franck!

    ResponderExcluir
  22. Franck, você não imaginaaaaaaaaaaaaa o tamanho da minha emoção!
    Fui ao banco depositar seu dinheiro cedo, e quando cheguei, seu livro estava em casa.
    Enchi os olhos d'agua ao pegá-lo nas mãos, ao ler sua dedicatória.

    Ô Franck, como eu gosto de você meu amigo, sabes bem o tamanho disso.
    Esse livro será meu amuleto, porque suas palavras são meu dia a dia, e tudo que vem de você, vem BEM.

    Tem email pra ti lá ok, scaneei o comprovante pra ti!

    Um beijoooooooooo

    ResponderExcluir
  23. ‘A solidão pode ser eterna... mas não precisa ser constante’

    Isso é uma verdade maior que muitos edifícios.

    ResponderExcluir
  24. SEnsibilidade a flor da pela...todo mundo deveria ter...!
    Lindo demais teus textos, como sempre Frank!
    bjosssssss

    ResponderExcluir
  25. Passei hoje para mandar meu abraço pelo seu dia, grande escritor-poeta!
    Beijos
    Aguardando notícias do seu livro.

    ResponderExcluir
  26. Franck, querido,

    Gosto do que brilha no escuro.
    Encantada!
    bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  27. Frank...!

    Estou a sorrir do seu comentário em meu blog!Sei que sou quase "dramática"! Mas... amo! E esse Amor está longe a muito tempo... e cultiva-lo significa não perde-lo totalmente... entende!?

    Vc sabe um pouco do meu coração... me lê há muito tempo! Acha mesmo que minha poesia chove!? As vezes eu tbm acho! rsrs...!

    Gostei da frase: Alguém para ser conduzido com cuidado.

    Frank.. Amigo Querido e Doce... tenha uma semana de paz e poesia!

    Sil

    Com carinho

    ResponderExcluir
  28. Franck,


    Não é pedir muito isto não!!!!

    Adorei tudo que você escreveu, também quero coisas parecidas.

    beijos

    ResponderExcluir
  29. http://serendipityhw.blogspot.com/

    Este é meu novo blog!
    O anterior foi excluído devido a pessoas de má fé!
    Troque constantemente sua senha viu?!
    Beijão.
    Felicidade e paz!
    Maravilhoso estar aqui!
    Namastê!

    ResponderExcluir
  30. 'O oitavo pecado é o aconchego?'
    Muito boa essa observação, assim como a intensidade que seus textos sempre trazem, Frank.

    O Teatro sempre está aberto para suas visitas.

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...