terça-feira, 4 de maio de 2010

Inédito


Em meio a penumbra e início de noite

nossos corpos se enroscam em lençóis de linho

consomem vinho

vivemos uma história de amor ou tesão?

Pelas frestas nossos fantasmas espreitam.

Lá fora as cigarras entoam as canções primeiras.

3 comentários:

  1. oi franck :) que bom que gostou.. fico feliz!
    obrigada por me seguir tb!
    pelos seus poemas voce me parece um apreciador de vinhos! haha beijos ;***

    ResponderExcluir
  2. OLÁ FRANCK!
    amei o poema..eu diria, curto e ....elegante.

    falemos do verso que mais me chamou atenção
    (a sua dúvida)
    e coincidentemente estive pensando dia desses: amor ou tesão?
    os dois, por que não, né?

    grande Franck,
    esse amor inexplicável que sinto por voce
    é o maior tesão...rs

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

Previsões dadas...

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...