segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Para ele


Hoje tenho certeza absoluta ter sido enganado pelo tarô que ele jogou... Hoje escrevo para dizer que sinto por não ter vivido com ele aquela paz de um cair da tarde numa praia, o ócio dos piqueniques numa manhã de domingo, o vento nos nossos cabelos num passeio de jeep pelo litoral maranhense... Gosto das simplicidades e de alguns clichês, porque não? Não queria pedir mais do que ele tinha, assim como não daria mais do que dispunha.
Eu e ele traçamos esboços, tateamos traços e promessas; restaram alguns filmes, alguns livros, algumas músicas, algumas cartas, algumas imagens... As delicadezas que se amontoaram na memória, na alma, no coração; Melhor escapar deixando algumas lembranças? Eu pensei em tudo mais limpo, mais claro, mais blues...
Hoje escrevo para ele e parafraseando Caio Fernando Abreu digo que 'talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor'... Ou não ter nada além deste amplo vazio que poderei deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total...

(by, franck)

43 comentários:

  1. Suas crônicas sempre me levam à meditação.E, com essa, pensei estar precisando também de umas férias.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Franck ,


    Fiquei aqui a te ler e reler , e só pensava ,... Porq as pessoas complicam coisas tão simples como
    viver um amor , o se dar ,o receber .
    Porq tanto medo , tantos SE e sei lá o que mais ?


    Amigo querido , te digo ...
    Guarde apenas as cartas , os sorrisos , o que
    te fizer bem .
    Guarde sem dor , guarde com esperança ...


    E que um novo amor te chegue mais limpo , mais clean , mais blues como desejas.



    Meu BjO Carinhoso.

    ResponderExcluir
  3. Olá amigo
    Se não foi, é porque não tinha que ser. Ainda bem que restaram boas lembranças.
    Bjux

    ResponderExcluir
  4. Essas lembranças que ficam depois que tudo acaba são o que mais cortam o coração da gente. Caio estava certo, um porre e um novo amor resolvem PARTE do sofrimento. as marcas permanecem, para sempre

    ResponderExcluir
  5. Ei Frank!
    Corra então para suas "férias, seu porre e seu novo amor".
    gdbeijo

    ResponderExcluir
  6. Oi, querido!
    Maravilhoso como sempre. Adoro quando cita Caio Fernando Abreu, gosto muito dele e essa frase talvez seja a melhor definição da minha confusa vida neste momento: 'talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor'...
    Te mandei um e-mail, vê lá.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Você nos últimos tempos tem se superado!!!
    Quando penso que está imbativelmente belo, você posta novamente de forma incrível.

    Eu amei.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Franck. Tô voltando por aqui, visita lá o blog, esta semana estou postando com imagens de Francine Van Hove, que eu tenho gostado muito... boa semana.

    ResponderExcluir
  9. Queridão,

    Hj, vc pode td, até um novo amor, só depende do olhar.

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  10. Não podemos deixar que o vazio nos tome por completo, mesmo na dor temos que buscar formas de ser felizes. Vamos amar enlouquecidamente e ser feliz.

    Beijossss

    ResponderExcluir
  11. Franck,


    Tuas construções poéticas são um encanto!!!

    Tome um porre, tire férias, um novo amor!!!(rs)

    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  12. Talvez o meu Tarô também tenha errado...
    e eu precise exatamente da mesma...coisa...
    um novo porre...
    um novo amor...

    Beijos

    Leca

    ResponderExcluir
  13. Super interessante isso, há situações em que constatamos que é preciso, de fato, construir lembranças, marcas. Assim, não importa se haverão clichês e a própria simplicidade da vida nos atrai.

    Abração!

    ResponderExcluir
  14. Frank...

    Passando nesse fim de segunda-feira...antes de ir dormir... para ler a vida em suas palavras... onde sempre encontro um pouco de mim e perco mais um tanto nas reflexões que vc me proprõe... sempre lindo demais o que vc escreve... seu pensar, seu sentir... seu "lidar" com o amor sempre me encanta...

    Amo vc... Querido e belo Amigo!

    Linda noite e um amanhã cheio de paz em seu nobre coração!

    Deixo beijo
    Com carinho
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  15. Seus textos me lembram uma outra vida.
    Minha. Abandonada...Não pude deixar de vim ler.
    Não antes de dormir...
    Boa noite meu amigo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. "...Eu pensei em tudo mais limpo, mais claro, mais blues..."

    Por desejar assim, algo bom ficou, e se ficou, a boa lembrança será eterna. E é o que importa nessa nossa vida não é Franck? Bons momentos implicando boas lembranças.

    Beeejo,beeejo. Boa terça!

    ResponderExcluir
  17. Oi Franck,

    E a vida prossegue..e o tempo é sabio.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. É, meu amigo...
    Temos mta coisa em comum:
    - O jeep por ex.: outro dia vi um em tom amarelo, todo equipado...maravilhoso.
    - simplicidade: pra q complicar, se podemos ser felizes c/tão pouco!?
    - os "blues"... etc, etc.

    bj, Franck!
    =)

    ResponderExcluir
  20. Estamos com uma nova proposta em nosso Blog.
    Desta vez queremos a sua ajuda para a construção de um Conto Coletivo.
    Venha participar, sua ajuda será fundamental para que a estória tenha sequência.
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  21. Não se lamente ou entristeça. Coloque Billie Holliday pra tocar, abra o baú e contemple quantas coisas boas há lá dentro. Vim agradecer a visita e acabei ficando, vou-me enriquecendo aos poucos. Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Oi Frank, adorei o texto. sei bem quando resta tudo isso, e na lembrança, mas acho que a lembrança do teu texto é boa. me senti bem lendo. ah, e adoro essa frase do caio 'talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor'... talvez seja porque acho que preciso disso aew também.
    P.s. não conhecia Tulipa Ruiz, depois que ouvi, viciei.(escutando efemera).

    ResponderExcluir
  23. Caio Fernando de Abreu foi um gênio ao criar esta frase!

    ResponderExcluir
  24. Desse tal "amplo vazio" eu bem entendo, dizem que o tempo resolve. Mas férias, porres e amores também podem ajudar!!!!

    ResponderExcluir
  25. eu sei que sim, mas enquanto não passa dói, dói muito !

    ResponderExcluir
  26. Oi, Franck.

    Que texto lindo, amigo!
    Esse vazio sentido no peito é algo que não sei lidar muito bem... rs É preciso sempre preenchê-lo, não é?

    Amei!
    Beijos, querido.

    ResponderExcluir
  27. Sabe, é incrível como nós seres humanos, nascemos sozinhos crescemos e vivemos até um certo ponto, onde de repente aparece alguém e daí nos tornamos tão ligados à esse, que de tal maneira não conseguimos mais nos separar, a gente fica dependente....

    Beijos grandes

    ResponderExcluir
  28. Franck, meu querido!


    Sempre há alguma coisa que falta, guarde isso sem dor.Embora, em segredo, doa.

    Saudadeeeeeeeeeee de passar aqui, mas ando tão corrida!
    Não te esqueço nuncaaaaaaaaaaaa!

    Um abraço, meu querido!!!

    ResponderExcluir
  29. Que belo texto Franck. Também sinto por não ter tido tempo de partilhar os momentos idealizados por você no seu texto com um alguém encontrei e que se foi. Assim como o vento e as marés. Parabéns!
    Bjussss
    Sil

    ResponderExcluir
  30. Oun Franck, adorei esse texto. É muito o que sinto agora.

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  31. Oi amigo... Amar é um ato de abrir o peito para a vida depois do golpe fatal, não é? Mas, vamos amar...

    Obrigada pela presença e comentário tão doces...
    E vamos confiar na vida! ;)

    ResponderExcluir
  32. Ola, realmente estive ausente por uns dias, mas espero retomar minha rotina e continuar a expôr os amores e dores que tenho. Obrigado pela visita mais uma vez fico feliz de saber que deixo saudades quando não escrevo.

    Quanto ao seu post, quero mais uma vez parabenizar sua forma de colocar em palavras doces e bonitas situações que seriam tão tristes e dolorosas. Sinto um pouco do que você diz, por mais que o amor esteja bem perto do meu coração e ao meu lado, ainda me sinto egoista de mais para simplismente ignorar o fato que ele ainda tem uma vida longe de mim e principalmente lembrar que sou sim uma pessoa substituivel.
    Além do mais todos somos.

    Mas que seja eterno enquanto dure, não importa o que, mas a brisa da felicidade é maravilhosa e sentir ela alguns minutos faz perdermos totalmente a noção do tempo, pois graças a Deus nossa inteligência emocional processa as coisas lentamente.

    Forte abraço
    Walter.

    ResponderExcluir
  33. "nem tudo é como você quer nem tudo pode ser prefeito..." Infelizmente a vida é assim cheia de senões, de medos e as pessoas perdem de viver e se entregar ao amor,mas são coisas da vida...Coisas melhores virão...
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Eu ia comentar sobre o texto (um soco na cara da superficialidade, do óbvio, como smpre...), mas achei muito mais interessante responder ao teu querer, deixado lá no Sentimentalidades.
    Ele leu. Desejo realizado...
    Ainda que não tenha dito o mais ansiado (suponho), o que alenta ou transforma tudo em possibilidades de vir a ser melhor...
    Enquanto isso, férias de um dia, porres de uma noite ou novos amores de uma madrugada podem até salvar, ou... vai-se lá saber o que?

    Abraços meu querido, especialissimo!
    Mônica

    ResponderExcluir
  35. Lembranças... Às vezes queria viver sem elas, mais percebo que seria sem graça a vida, até porque elas nós rir, chorar, encantar, irritar... Então preciso viver com elas, elas me alimentam traz esperança, saudades, loucuras de querer voar pra detrais do muro...
    Gostei daqui, vou voltar sempre...

    ResponderExcluir
  36. Franck , querido amigo


    Passando pra te desejar um Dia
    de Esperanças Verdinhas em Folha ,
    Céu Blues e Brisa renovada ...




    BjO , Monte de Bjos ......... :)

    ResponderExcluir
  37. ...Franck querido,

    você não precisa de mais nada
    porque inspiração você tem
    de sobra!

    adoro!

    bj, menino!

    ResponderExcluir
  38. Aposte nas "férias, no porre e no novo amor" e boa sorte;)
    Tudo de bom para ti.
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Os sofrimentos d'amor são muito dolorosos, mas provocam os versos lindos. Deixa de lado o tarô...o amor vai renascer.
    Beijo
    Tatuagem

    ResponderExcluir
  41. Nossa, Franck! Te juro que é tudo o que eu sinto no momento, e que eu precisava ler. Você acertando em cheio, como sempre!
    Até deu um pouquinho de aperto saudável no peito...
    E quando à frase do Caio F "talvez eu só precise de férias, um porre e um novo amor", só te digo uma coisa: ela não saía da minha cabeça ontem!
    Incrível coincidência.

    Beijão

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

Previsões dadas...

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...