terça-feira, 23 de novembro de 2010

No entanto, continuo azul...


Porque quero tardes como aquelas que não tivemos? Porque as tardes existirão, todos os dias, mas eu e você, juntos, dentro delas, nunca mais? As tardes azuladas com você afundando os dedos nos meus cabelos, eu segurando suas mãos? Nunca mais você regando as plantas na varanda e eu abrindo um vinho ao cair da tarde morrendo colorida como uma bolha de sabão? E seu riso ecoando pela rua e os passantes olhando para buscar seu riso, no restinho de tarde com nos dois, juntos, dentro delas? Eu quero as tardes, que não tivemos, e, fico esperando a volta daquelas tardes com os blues lentos e doloridos como todos os blues numa tarde azulada devem ser e são, e, dentro delas, eu e você e vinho e chá e quartzos rosas e incenso e horóscopo chinês e tarôs e a busca por discos voadores no crepúsculo, além do mar. No entanto, continuo azul, como os blues lentos e doloridos, que continuo ouvindo, regando as flores do jardim da nossa casa, nas tardes que você não está dentro delas, nunca mais, nunca esteve, por quê?


(by, franck)

45 comentários:

  1. Que belo texto, Franck! Ao ler tive boas lembranças de tardes que passaram ... azuis, multicoloridas.
    Tem post novo te aguardando por lá.
    Bjs, querido.

    ResponderExcluir
  2. Permanecer azul é ter um pouco de céu em nós, ainda que haja nuvens cinzas.

    Um Abraço, Franck.

    ResponderExcluir
  3. Ah, Franck!

    Viajei legal neste seu post saudosista....
    Ao contrário de você, não tive tardes a relembrar, mas muitas madrugadas de conversas
    a recordar....
    Pena que estas madrugadas não voltem mais.
    Bjusss
    Sil

    ResponderExcluir
  4. Franck,
    Sentir a vida ao ritmo de blues...
    A sua escrita é envolvente, convidativa, cativante...

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Recolha as rosas, desligue o som, apague o incenso, mas não perca a esperança. Não se esqueça de deixar a porta aberta.
    Bjux

    ResponderExcluir
  6. "Eu quero as tardes que não tivemos..."
    Como sempre me fazendo lembrar de tanta coisa com suas belas palavras, moço!

    **

    Te mandei um e-mail, vê lá!
    Beijos!
    Viviane

    ResponderExcluir
  7. Oi Franck.
    Erramos ou tinha que ser mesmo? Essa dúvida me persegue.
    Bjs meus !

    ResponderExcluir
  8. "Por que as tardes existirão, todos os dias, mas eu e você, juntos, dentro delas, nunca mais?"

    O tempo e o amor são inimigos seculares, Franck.
    Eu adorei o seu texto, viu? Incrivelmente tocante.
    Grande abraço e uma ótima quarta-feira.

    ResponderExcluir
  9. oxa vida frank, que magia esse texto cara!
    Amei. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Mesmo tendo acordado para uma manhã cinza, meu dia acaba de ficar azul após ler esse texto.

    Sua sensibilidade Franck é de emocionar, "como todos os blues numa tarde azulada devem ser e são".

    Beijo grande querido

    ResponderExcluir
  11. BOM DIAAAAA FRANCK!!!
    E QUE SEJA UM DIA LINDO E CHEIO DE AMOR!
    BEIJOSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  12. Oi Frank....

    Que texto emocianante....

    Me levou junto com as suas palavras...

    Amei!!!!

    Parece que estamos numa mesma sintonia....rs

    bjos querido!

    Zil

    ResponderExcluir
  13. Franck , amigo querido .....


    Esse texto é puro amor e poesia , o que
    não é novidade vindo de você.

    Azul é a sua essência , és e serás sempre , eternamente AZUL , ... :)


    BjO Imenso e um Dia cheio de Paz.

    ResponderExcluir
  14. Franck, queridíssimo,

    Ainda bem que temos o azul, não todos os dias, mas ele, ao menos, quando vai.......... logo volta.

    Bjão de quarta

    ResponderExcluir
  15. Ah...
    Isso é bonito demais... de beleza que me deixa um tanto triste...

    ...

    ResponderExcluir
  16. como toda as cores o azul com suas alegrias e tristezas...

    ", fico esperando a volta daquelas tardes com os blues lentos e doloridos como todos os blues numa tarde azulada devem ser e são"

    um dia muda ;]
    bjus Franck!

    ResponderExcluir
  17. Eu estarei em sua rua hoje, e jogarei Rosas pela sua janela...
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  18. Franck amado:

    Continue cuidando das rosas,
    Acenda sempre um incenso,
    Jogue sempre I ching (Eu adoro),
    Olhe o mar, abra os vinhos, tome os chás..
    Esse ritual, de certa forma traz em pensamento que seja, o que a gente quer.
    E que os dias continuem azuis.

    Um beijo meu amigo poeta!

    Meu Caio F de Sâo Luis rs!!

    ResponderExcluir
  19. Novas tardes virão...tenho toda a certeza!

    beijos , meu querido!

    Bia

    ResponderExcluir
  20. Ei Frank!
    As tardes não serão mais as mesmas, nem os vinhos, nem os chás, nem as rosas, NEM VOCÊ!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  21. Belas recordações avivadas em palavras de azul... também quero... continuar azul :)

    Lindo texto, Franck!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  22. Maravilhoso: eu quero as tardes...
    Eu também, eu também... mesmo porque sei que não serão mais as mesmas.
    Beijos, adorável Franck

    ResponderExcluir
  23. Oi Franck. Senti saudades.
    Que texto lindo, vai e vem, é e não é.
    O que ainda não aocnteceu e o que já passou.
    Tudo ali junto. Ahh meu amigo estou precisando conversar, habilita-se?
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Essa é a pergunta que mais gosto de fazer, por que nao está aqui, nessas tardes tão nossas, mas estou pensando em desistir sabe, posso contar ao menos com as tardes, elas sim, sempre estarão lá! Beijos! Saudades!

    ResponderExcluir
  25. Muito bom o texto...
    Vai chegar um dia...uma tarde cheia de amor...Chega de desilusão!

    Beijo

    Tatuagem

    ResponderExcluir
  26. .

    "A terra é azul, os olhos eram azuis, ele vestiria azul - dentro de muitos azuis concêntricos, ele voltaria a se perder." (CFA)


    Franck: Dono dos eternos azuis...

    Beijos blues

    .
    .

    ResponderExcluir
  27. Adorei imaginar plantas sendo regadas na varanda e um bom vinho a espera ... rs
    romântico voce Franck te gosto
    deixo abraços

    ResponderExcluir
  28. "Saudade é solidão acompanhada
    é quando o amor ainda não foi embora,
    mas o amado já..."

    Pablo Neruda

    ResponderExcluir
  29. Own Frank, qualquer hora te passo viu?

    ResponderExcluir
  30. Franck,


    Passando pra te desejar uma Tarde
    Cheia de Paz ...


    BjO Grandeeeeeeeeeeee ...

    Cuide-se . :)

    ResponderExcluir
  31. Obrigado pelo consenho amigo...é verdade!!

    Kiss

    ResponderExcluir
  32. É doloroso, melancolico como um blues, o desejar saudosista das tardes que não se teve.....

    abraços Frranck

    ResponderExcluir
  33. Pois te digo, o quanto você me lembra Caio.

    Pela doçura, pelas buscas, procuras....pela pessoa incrivel que és.

    Beijooooooo meu QUERIDOOOOOOOO.

    ResponderExcluir
  34. ...ainda bem que permaneces azul,
    e azul é tão lindo!!

    bj, meu querido lindo!

    ResponderExcluir
  35. Por quê? Porque tudo que foi maravilhoso, queremos repetir. Mas nada se repete, por isso temos que aproveitar cada segundo como se fosse o último. E é mesmo. Porque nada do que foi será...de novo do jeito que já foi um dia...tudo passa, tudo sempre passará...sábio Lulu! rs...


    Beijo Franck! Bom dia!!

    ResponderExcluir
  36. Eu gosto como escreve. É lindo. Gostei do texto.

    beijooO*

    ResponderExcluir
  37. Oi...passando pra deixar um bjo!!!!

    Zil

    ResponderExcluir
  38. Olá Frank!

    Belo texto. A nostalgia é algo que nos tira da realidade por alguns instantes. É bom esse sentimento vez que outra, mas prefiro seguir em frente, recomeçar, mesmo que seja ouvindo blues.
    Parabéns pelo blog! Sucesso!

    Abraço,

    Thiago

    ResponderExcluir
  39. Franck ,


    Passando pra te desejar um Finalzinho de
    Domingo de Paz ...



    Beijo Grande !

    ResponderExcluir
  40. E as pessoas ficam em nós... mais do que deveriam... e bem menos do queremos!

    Eu tenho cultivado ausências como se fossem presenças... isso me dói... mas, como alguém disse: recordar é viver!

    Frank... tenha uma linda semana!
    Beijo doce de saudade a ti
    Sua amiga
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  41. meu caro amigo,
    a lembrança aqui é tão particular e bela que não consigo lê-las sem me sentir com saudades, mas uma coisa me impressiona e o que torna tudo bem mais interrogativo "você ainda continuou azul" o mundo caminha e as pessoas que passam por nos , ficam somente se quiserem.


    bjo-te ^^

    ResponderExcluir
  42. Permanecer azul, ao menos, em busca da infinitude dos sentimentos. BJks

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...