segunda-feira, 8 de novembro de 2010

S í m b o l o


Saíste à francesa, ao amanhecer. No criado-mudo, a corrente que usavas no pescoço. Intencional ou esquecimento? Símbolo que preciso decodificar!


(by, franck)

35 comentários:

  1. Também desejo decodificar, no entando há alguém que se encontrava ao meu lado que não consegue me encarar nos olhos para exprimir a verdade. Falta de coragem?!Não sei. Só espero que Ignês não seja morta... Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Claro que foi intencional, depois tem a desculpa de voltar para buscar.
    Bjux

    ResponderExcluir
  3. Intencional, com certeza e quem sabe um sinal de um sentimento maior...
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  4. Franck !!!

    Vibrei com essa tua incógnita poesia .
    Bela demais em conteúdo , imagem não
    poderia ter melhor ...


    Pela luxúria , te diria , ... foi
    esquecimento.
    Pelo Amor , te diria , ... foi intencional.




    BjO , BjO , BjO , ... Monte de BjOs !

    :)

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre acho que foi de propósito, pra deixar uma marca ou somente pra ter um motivo pra se ver de novo. Sempre acho isso, talvez porque eu seria capaz de deixar de propósito, e jamais esqueceria por acaso.

    E num dizem que cada um julga o outro como a si mesmo? Pois então, eu sempre acho que é de propósito por que se fosse comigo só poderia ser de propósito.

    ResponderExcluir
  6. Franck,

    Fácil decodificar... um bom motivo pra voltar!

    Bjocas, meu querido e boa semana

    ResponderExcluir
  7. Sucinto e abrangente, meu caro Franck.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Que consigas então decodificar este símbolo ou quem sabe encontrar seu dono.
    Aqui é sempre bom de vir. Tem post novo no "sorrisos".
    Bjs, boa semana.

    ResponderExcluir
  9. O caminho é este.
    Não exatamente o que se deixa, mas o que o outro encontra.

    Ps:. Também senti saudades de postar no blog. Estava em São Paulo, apenas hoje retornei a minha sossegada cidade. Em breve, postarei. Obrigada pelas sempre gentis palavras no Vórtice e por sentir minha ausência.
    Be:)os

    ResponderExcluir
  10. Talvez seja um esquecimento proposital? Ou inconsciente? Um elo de ligação?
    Vou parar senão viajo. rsss
    gd beijo

    ResponderExcluir
  11. Algo me diz que foi intencional...
    Assim terá que volta para buscar.
    É um argumento. Gostei do texto.
    Como você está meu amigo?
    Almejo que bem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Frank... eu não queria decodificar! Queria para sempre esse mistério... essa magia sobre o criado-mudo...

    Você me encanta Frank! E eu também não quero decodificar você! Quero seu mistério... e sua amizade!

    Linda semana... linda noite!

    Beijo com carinho
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  13. Essa simbologia é muito subjetiva, Franck... eu acho que nesse momento vc deve interpretar o que manda seu coração. Só ele pra te dizer o que essa corrente de fato significou estando esquecida lá...

    Adorei o texto!
    Beijos, querido. :)

    ResponderExcluir
  14. Franck,

    Eu sempre acho que é intencional!!

    Esqueço um lenço, uma corrente..

    Esqueço meu cheiro em você....(Uma vez ouvi isso...ê laiá rs).

    Decodificar.....preste atenção nos sinais, sempre, sempre Franck...

    Um beijoooooo meu querido.
    Hoje fez um pôr de sol tão lindooooo aqui que me lembrei de ti.
    Como esteve o céu ai hoje?

    ResponderExcluir
  15. Ser ou não ser ,
    eis a
    questão?
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  16. Franck,


    Será que é um dizer: fiquei preso a você, não vou muito longe... rsrs


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  17. Boa noite Franck,
    para descodificar mesmo!

    Muito obrigada pelo interesse demonstrado no meu livro. Contacta-lo-ei por e-mail.

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  18. Esquecimento com o sabor intencional
    que deixa duvidas na atitude provocada,
    e rastreada pela inocencia.

    Desejo e reflexo, corpo e vestígio.
    Pura conexão, atração silenciosa...
    Materializar o envolvimento da propia
    loucura!

    abraç

    ResponderExcluir
  19. Boa noite Amigo

    Claro que foi intencional.
    Você é alguém que sempre desperta
    nossa vontade de voltar pra tua companhia.
    Para ler teus pensamentos e tua poesia
    Linda noite e belos sonhos.
    Bjussss
    Sil

    ResponderExcluir
  20. Ah, menino que me encanta com as palavras!

    Esse seu escrito tem cara de:
    "Decifra-me ou devoro-te!"

    ;*

    Álly

    ResponderExcluir
  21. Ato falho ou ato pensado??? Freud explicaria?


    Olá, Franck, ótimo voltar aqui. Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Querido Franck, tem um presentinho pra você lá no Molhe-se, beeejo,beeejo, boa semana. ;)

    ResponderExcluir
  23. ...ah meu lindo,

    se esqueceu foi de propósito,
    porque a noite deve ter sido
    linda...num foi?

    rsrs

    bj, querido!

    ResponderExcluir
  24. Simbolos para nos ocupar e mtas vezes atormentar. Simbolos que seguram e impedem de se liberar para o mundo.

    Otima semana

    Beijo

    ResponderExcluir
  25. As correntes servem para prender, meu caro Franck, cuide-se. Ou não, que eu acho o melhor a fazer. Abraço.

    ResponderExcluir
  26. No que eu não posso atuar, eu nem vou me consumir em tentar decifrar, eu te diria... Mas, quem sabe um novo encontro, um "ficar para o café" elucide alguns símbolos?
    Do contrário, ao menos há de ser gostoso. Se espera.

    Bjs de quase um meio de semana
    Mônica

    ResponderExcluir
  27. Franck,


    Mas que tarde mais invejável , ....Hehehe

    Ainda bem que entre escritos,rabiscos,abricos e Nara, sobrou tempo pra me visitar ... :)


    Te Adoro MuitO!


    BjãO e Noite de Paz.

    ResponderExcluir
  28. Talvez um esquecimento intencional...;)
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Franck, isso me lembrou um poema, que amo:

    O BRINCO
    (de Ana Martins Marques)

    Pode ser que como as estrelas

    as coisas estejam separadas

    por pequenos intervalos de tempo

    pode ser que as nossas mãos

    de um dia para o outro

    deixem de caber

    umas dentro das outras

    pode ser que no caminho para o cinema

    eu perca uma de minhas ideias

    preferidas

    que já na volta

    eu me tenha resignado

    alegremente

    a essa perda

    pode ser

    que o meu reflexo sujo

    no vidro da lanchonete

    seja uma imagem de mim

    mais exata

    do que esta fotografia

    mais exata do que a lembrança

    que tem de mim

    uma antiga colega de colégio

    mais exata do que a ideia

    que eu mesma

    agora tenho de mim

    e portanto pode ser

    que a moça cansada

    de olhos tristes

    que trabalha na lanchonete

    tenha de mim uma imagem

    mais fiel

    do que qualquer outra pessoa

    pode ser que um gesto

    um jeito de dobrar

    os lábios

    e devolva

    subitamente

    toda a infância

    do mesmo modo que uma xícara

    pode valer uma viagem

    e uma cadeira

    pode equivaler a uma cidade

    mas um cachorro estirado ao sol não é o sol

    e uma quarta-feira não pode ser o mesmo que

    uma vida inteira

    pode ser

    meu querido

    que esquecendo em sua cama

    meu brinco esquerdo

    eu te obrigue mais tarde

    a pensar em mim

    ao menos por um momento

    ao recolher o pequeno círculo

    de prata

    cujo peso

    o frio

    você agora sente nas mãos

    como se fosse

    (mas ó tão inexato)

    o meu amor.


    Bjs!
    Tem selo para ti no blog, vem ver!

    ResponderExcluir
  30. Talvez a intençao tenha sido essa, Deixar-te na dúvida.

    É excitante deixar a pessoa com uma dúvida.

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...