domingo, 26 de setembro de 2010

Para que escurecer o que já anoiteceu?


Para que escurecer o que já anoiteceu? Mesmo que a lua brilhe lá fora, a noite aqui dentro invade cada poro meu, depois que percebi que no mundo há você, não consigo imaginar a felicidade longe de você. Como não estou do teu lado, choro. Sempre. Ontem experimentei uma alegria sem sentido, coloquei a mão sobre o ombro de um amigo e sorri. Só para experimentar a sensação do estado de estar alegre. Percebi a alegria dele ao me ver alegre. Ele então começou a me chamar à atenção para crianças e pássaros e gatos e lagos. Brincamos com um cão vira-lata que passava por ali. Andamos de roda-gigante. Rimos juntos da cara do velho surpreso com nosso beijo. Chutamos lata na calçada suja. No final da tarde, ele me mostrou uma estrela que surgia no céu, talvez a primeira a surgir, mas eu contemplava era os raios do sol que morriam no horizonte. Depois quando a noite finalmente chegou e o gosto de vinho substituiu o gosto de pipocas e algodão doce, concluir que a alegria é muito frágil. É tudo ilusão. Naqueles momentos de risos e brincadeiras da tarde, eu estava num pranto só. Eu chorava por dentro. Eu estava distante de tudo aquilo. Eu estava triste. Eu gritava de dor. Então, o que é felicidade? E o que é infelicidade? Não sei de nada. Não sei de nada. O sentido da vida é não ter sentido. É tudo questão de momento. É tudo um grande teatro. É tudo fantasia. Miragens. A vida é uma grande farsa. Me iludo que não consigo viver sem você porque essa ilusão é necessária para minha sobrevivência. Se teu fantasma desaparecer de mim, como irei justificar uma vida tão vazia? Meus sensores entraram em pane...


(by, franck)

43 comentários:

  1. ...é, eu estou meio assim hoje..mesmo que lá fora estivesse tempo bom, aqui dentro, é tarde chuvosa de saudade!!!
    bjos
    lindo post!

    ResponderExcluir
  2. Franck,

    Não procure justificativas, nem ser alegre ou triste, se buscar, que seja sua melhor incompreensão.

    Bjs e boa semana, querido

    ResponderExcluir
  3. Oi,Franck! Tem um professor meu que diz "Todos somos atores sociais", para viver em sociedade não dá apra ser honesto todo tempo e as vezes nos obrigamos a mentir para nós mesmos, fingimos sentir alegria, quando dentro do nosso peito a dor grita enlouquecidamente,mas as vezes é preciso termos momentos de descontração,mesmo que eles não aliviem a nossa dor, ou sucumbiremos a dor e a angustia.
    Uma boa semana!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Olá Franch!
    Eu também já chorei por dentro...entendo-te muito bem... sentimos as lágrimas no nosso coração.
    Beijinhos e uma Boa semana.

    ResponderExcluir
  5. Franck ,

    Que turbilhão de sensações , sentimentos
    ordenados , desordenados ... Tal qual a vida.
    Hora sorrimos de alegria ou tristeza , hora
    choramos de tristeza ou alegria.
    Loucura !?? Sim !
    A doce loucura gostosa de quem vive
    e vive intensamente.

    E não importa de que jeito , já disse
    Gonzaguinha ;

    É bonita , é bonita e é bonita !!!


    BjO Grande , bem grande ! :)

    ResponderExcluir
  6. Frank, meu querido...
    Como é difícil sorrir chorando...interno e externo, noite e dia, nascer e morrer ( mesmo que seja o sol e a estrela)..onde vamos parar se a ilusão nos deixar...e os sonhos?

    Bjs meus !

    ResponderExcluir
  7. Nos acostumamos a determinadas saudades e, de repente, percebemos que é ela que nos preenche e que alimenta nossos dias... nosense, já que a saudade existe pela ausencia da coisa amada e não é a coisa amada. Chama-se "sobrevier" às adaptações que o coração faz e arrastar correntes nos faz achar que estamos fazendo algo pelo amor que já não temos...
    A vida é uma ilusão...
    Tudo que vc escreve é bom, faz bem, me desentoxica...
    Adoro vc.
    Beijokas e uma semana linda e produtiva pra vc.

    ResponderExcluir
  8. os meus dias tem sido assim também..

    ResponderExcluir
  9. Li a frase toda... ficou perfeito
    gostei do inicio do texto.. bem romantico..

    Espero mais ve textos como estes assim tão lindo que meche com a pessoa.

    Bjoss abraço... enorme

    Martyns.

    ResponderExcluir
  10. Frank...

    Será a vida a grande ilusão que desencadeia todas as outras???

    Por isso essa simultaniedade de vivências em uma única tarde... em um único momento... nesse instante!

    Beijo lindo nessa noite maravilhosa!
    Que tenhas uma semana de paz e luz!

    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  11. Franck

    "O sentido da vida é não ter sentido. É tudo questão de momento"

    Há momentos da vida em que é melhor tentarmos não elaborar e apenas deixar fluir os sentimentos...

    abço

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo
    Não que a alegria seja frágil, nós é que supervalorizamos a tristeza.
    Bjão

    ResponderExcluir
  13. Boa noite Franck,
    hoje brinda-nos com um texto de tristeza intensa, de desilusão, de vazio. Há dias assim!

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderExcluir
  14. Muito lindo Franck!
    Sempre gosto dos seus textos.Já vivi momentos assim,rindo por fora e chorando por dentro...mais o melhor é quando isso passa e alegria verdadeira brota em nosso peito.
    Muito belo msm!

    Bjo

    ResponderExcluir
  15. Boa noite Franck...

    As vezes chego a acreditar que o amor é pura ilusão! Uma coleção de doces fantasias de repente interrompidas.

    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  16. O duro é que a gente nao escolhe se quer ou nao encontrar aquela pessoa.. Eu nao escolhi, mas encontrei. Beijao Franck, boa semana!

    ResponderExcluir
  17. Dentro da solidão de nós mesmos enxergamos melhor tudo... O amor é a ilusão mais doce que existe, não saberíamos viver sem ela. Você não esta só, nunca esteve, talvez lá em Bagdá ou no Ceará more alguém muito parecido com você. As relações estão desgastadas, precisamos achar uma nova forma de ser, o amor já foi inventado, mas agente pode inventar uma nova forma de amor.

    Obs: Hoje saí de casa para ver o por-do-sol, nunca me senti tão só e ao mesmo tempo tão completo. Quando a noite chegou conheci uma parte de mim que ainda não tinha me dado conta, mas não vou dizer aqui, em outro momento eu digo.
    Obs2: Eu disse para um novo amigo que conversaria com ele hoje... Acho que deixei ele na mão, mas precisava ver o por-do-sol, precisa me conhecer um pouco mais, agora posso ser um pouco mais inteiro para com ele, não vou mais deixá-lo na mão.
    Obs3: Foi o por-do-sol mais lindo que já vi na vida, não existe outro, só em Fortaleza, um dia vou mostrá-lo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Muitas vezes somos assim, farsantes,e como atores tentamos esconder o por atrás de alguns sorrisos o que nos fere por dentro. mas a dor ainda fere, machuca, mata. Ás vezes, temos a sorte de, de repente esbarrarmos com alguém, que tem o incrível poder de acabar com a nossa dor (eu ainda não tive essa sorte, mas resta a esperança, rsrsr). E em outras temos que enfretá-la sozinhos, sem ajuda de ninguém, e ai ficamos num estado de alegria que não plena, mas que também não é alegria.

    Lindíssimo texto.
    Espero que essa dor, essa angústia passe logo.

    Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  19. ...Frack querido,
    não importa se o post é alegre,
    ou triste, importa sim é que
    você tem o dom de me encantar!

    bj

    ResponderExcluir
  20. Boa Noite Franck, Adorei o texto, vaguei por entre as palavras e me vi em cada uma delas. Escurecer o que já anoiteceu. Lindo e poético.

    Voltarei aqui, com certeza.


    Se quiser, dê uma passadinha no http://occhistrabici.blogspot.com/ , onde coloco meus textos e inspirações.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. Oii,Franck!
    Como foi o fim de semana?
    Apostei mesmo em você quando começou a escrever textos, e acho que não em enganei!
    Não sei se leu meus últimos comentários, em que escrvi sobre as minhas faltas no blog e sumiços... então, aos poucos estou tentando voltar! Afinal, acho que era fase. Acredito que "um certo alguém" venha me dando inspiração para escrever, haha.

    Um beijo, e boa semana!
    Ps. Obrigada por sempre passar lá no blog, acredite: eu sempre venho aqui também!

    ResponderExcluir
  22. Me identifiquei pra caramba com esse texto!

    ResponderExcluir
  23. Oi Franck
    nem sempre é fácil "escurecer o que anoiteceu"
    entao ficamos assim , nossos lábios sorriem mas o coração só quer amanhecer pra ver se a dor passa.
    lindo texto poético , mais um!
    depois de uma semana longe volto mais refeita da gripe devastadora que me atacou rsrs
    abraços, boa semana Franck

    ResponderExcluir
  24. fico imensamente feliz por saber que me entende *
    Boa semana, beijo.

    ResponderExcluir
  25. tem algumas pessoas, que atrevidamente, ofuscam o lugar do luar em nosso coração.

    bjo

    ResponderExcluir
  26. "Se teu fantasma desaparecer de mim, como irei justificar uma vida tão vazia?"

    Gostei imenso do seu texto! O título só por si já incita a uma profunda reflexão. O conteúdo é um mar de questões pertinentes e que, mesmo na incerteza de tudo, justificam a alegria nem que seja pela existência de uma presença inexistente... o fantasma!!!

    Muito bem escrito!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  27. Oi, paixão

    Fiz um post no Chocolate inspirada nesse teu texto. Passa lá e vê se vc gosta.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  28. Oi!
    Vim aqui pelo blog da Lua Nova!
    Como vi que seu escrito a inspirou num belo texto, vim ler o seu.
    Gostei do que li... mesmo que esse seja um momento, que as coisas positivas possam ser alimentos para novas descobertas...

    Beijos... seguindo vc...

    Álly.

    ResponderExcluir
  29. Franck,


    Há tanta poesia em teus escritos que às vezes vejo a estrela e o pôr do sol ao mesmo tempo!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  30. Franck ,

    Passando pra te reler e deixar BjO de Boa Noite !

    ResponderExcluir
  31. Ohhhh Franck, que lindo!
    Me fez chorar...escreveu direto no meu peito.
    E doeu...a vida é uma farsa.
    Mas os fantamas estão a solta.
    E nem sempre são bons.
    Ou suaves e transparentes.
    Saudades,
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Eu adoro a primavera. Estação do ano que eu mais gosto =) tão simpática, cheirosa, receptiva rsrs beijão

    ResponderExcluir
  33. Franck,

    A gente chora por dentro, e as vezes dá muita comida, casa, roupa lavada pra dor.
    Tem que deixar de alimentar, que passa!!!

    Beijoooooooooo, saudadeeeeeeeeeeees, muitas!!

    ResponderExcluir
  34. Franck ,

    Que o dia se faça azul , ... em você !

    BjO Grande . :)

    ResponderExcluir
  35. Perfeito... é disse que se trata né: dar um sentido a vida vazia... a minha que não preenche também... fico com as miragens, mas queria mudar a paisagem... bjao!

    ResponderExcluir
  36. Oi, estava com saudades daqui.
    como anda a sua vida?
    outro dia estava procurando uma frase para traduzi um sentimento meio incomum, confesso que nada surgiu,nem uma gota de significado. Mas lendo o seu texto agora descobri pq não me veio nada: pq simplismente estava guardado em você.
    "Se teu fantasma desaparecer de mim, como irei justificar uma vida tão vazia?"

    beijinhos

    ResponderExcluir
  37. ah meu querido Frank e são todas essas coisas que nos perturbam tanto essas coisa que nos dá um no na vida e na garganta ^^

    ResponderExcluir
  38. Olá! Só pra desejar boa noite...


    Boa noite!

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

Previsões dadas...

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...