segunda-feira, 12 de julho de 2010

P A S S I O N A L


















À
NOITE
RESOLVI
MATÁ-LO
POR
DENTRO
E
POR
FORA.

(by, franck)

23 comentários:

  1. Franck!

    Acabei de ler uma frase da Clarice Lispector
    e me lembrou esses últimos poemas seus...

    "Quando estou sozinha procuro não pensar porque tenho medo de de repente pensar uma coisa nova demais para mim mesma"

    Acho que é isso que a insônia me provoca!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  2. Ha tantos a serem mortos em nós.
    Só que o mais dificil
    é matar em nós a esperança
    de que alguem vale a pena...
    Sua postagem me diz muito hj.
    De repente penso que
    levo as pessoas a serio demais.
    Talvez seja hora de
    matar alguns...
    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Sentimentos tanto nos plenificam quanto nos flagelam...
    É a vida!

    Beijos pra ti e uma ótima noite!

    ResponderExcluir
  4. Franck, boa noite! (sem insónias,rsrssss)
    Por vezes, temos de matar alguém da nossa vida, poderá ou não haver um sentimento de perda ou rejeição. Quando um sentimento nos flagela, devemos pois colocar os "pontos nos iii's" e é perferível, matar de vez, como diz, por dentro e por fora!

    Tenha uma bela e linda semana.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Ameiii...é isso aí...com raíz e tudooo...rs!!

    Blogbeijoooos!

    ResponderExcluir
  6. mas ELE insiste em renascer a cada nascer de sol!

    ResponderExcluir
  7. "E morrer ao sol
    Todos os dias
    Em cada crepúsculo
    Morrer em cada lágrima
    Certa de que se viverá outra vez
    Outro amor
    Outra vida quem sabe..."

    Coisas minhas..rs

    Obrigada pelo comentário.
    Adorei o seu blog.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Isso mesmo! Mata bem matado. Estrangula. Esgana.

    ResponderExcluir
  9. Fantástico...perfeito...tão rase direto quanto profundo...

    Um beijo e ótima semana!

    Bia

    ResponderExcluir
  10. Eu que te pergunto agora, como consegue matá-lo?
    Se por todos os caminhos persegui, não o encontrei?
    Abraços amigo.

    ResponderExcluir
  11. Nunca vi réu confesso tão poético.
    Se tiveres a sorte de um juri popular emotivo, será absolvido... rs

    Abraços, meu amigo

    ResponderExcluir
  12. E Seguir em frente...

    obrigado pelo carinho em meu blog e não esquece do Desafio viu
    abraços

    ResponderExcluir
  13. Eu fico tao confusa, irracional, sentimental a noite que as vezes desejo que o dia duro o dia todo rs ;)

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. E se ele dissesse, mais uma vez, 'não-to-afim'? Abraços, Franck!

    ResponderExcluir
  16. Gostei do post, e do blog todo em si. Seguirei :)

    ResponderExcluir
  17. Porque a noite sempre mata as pessoas que sofrem ou tentam fugir de pensamentos que não fazem bem algum? Talvez seja porque durante o dia, ocupamos nossas mentes com coisas, às vezes desnecessárias, mas que de alguma maneira nos fazem bem. É assim comigo, a noite me consome muito. Os pensamentos que me fazem mal, me matam de dentro pra fora.
    Muita paz, e não se mate.

    ResponderExcluir
  18. Olá franck,sempre me lembro de ti e dos teus poemas,não tem como não lembrar.
    Tah uma correria esses dias, estudos,atualizar blog q tava tempo sem fazer isso,comentar nos blogs e sábado tivemos o 1 encontro de Blogueiros de Natal.
    Qro ver o desafio e espero q tenha gostado dos selinhos.
    :*

    ResponderExcluir
  19. Se te faz mal, mata.Retira de ti tudo que pertence a ele, quazlquer pensamento, cheiro, lembrança...e siga em frente!
    bjosssssssssss

    ResponderExcluir
  20. e melhor matar primeiro por fora

    aí depois


    depois

    te usado

    de coisificado

    matamos por dentro

    ResponderExcluir

(Quem dá a volta ao zodíaco comigo...)

Previsões dadas...

EU...

Minha foto
São Luís, MA, Brazil
Um brasileiro-nordestino, um cara comum, qlq um, como diria Caetano Veloso...